Archive for março \11\UTC 2011

h1

Escute a alegoria falar

março 11, 2011

 

Duas valiosas percepções sobre a vida indicadas por um treino de hipertrofia:

A intensidade é o que realmente interessa. A quantidade te distrai do que faz efeito, e não existe volta ao passado. Só te sobra o consolo de alcançar l’esprit de l’escalier.

Só é possível crescer aumentando o peso que se carrega, e junto com ele a resistência. Arriscar uma quantidade maior nunca tentada, olhar a frustração de perto algumas vezes e lhe dar com isso de frente. Mas não poderia ser diferente. Aqueles que passam sem levar nada acabam sem querer levando a maldição da atrofia. Uma morte lenta e triste que definha aquele(a) que um dia foi potência.

Esse(a) se colocou na exaustão da vida e também na temida porém gratificante sensação de sentir-se despido de tudo aquilo que no fundo não leva consigo. Depois segue a pausa, vigorosamente preenchida pelo olhar abismado e pela respiração ofegante, mal sabe que essa é a representação de um dos mais fascinantes processos humanos: o da mulher que da à luz. O olhar fixo de quem pariu um novo corpo e abandonou a prisão de corvadia mantida até a nobre cachoeira de suor começar a cair, e refletir em suas águas alguém maior.